Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Grupo de discussão geral sobre motos.
Avatar do usuário
dbsmsx
Motoqueiro
Mensagens: 4108
Registrado em: 31 Mar 2010, 16:26

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por dbsmsx » 12 Mai 2014, 00:49

Só eu achei q tem ela tem quadro de bicicletinha? Sério, achei bem frágil...
Suzuki Freewind 2003.
"Zoiúda"
Rodando rumo aos 200 mil km com ela!!!
Avatar do usuário
Tartaruga
Dinossauro
Mensagens: 5417
Registrado em: 24 Dez 2007, 08:16
Localização: Santo Anastácio - SP/Brasil

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por Tartaruga » 12 Mai 2014, 07:33

Toin escreveu:[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=LQUsiJY6wbM[/youtube]



:wink:



Gostei do visual sobre a moto!

Tomara que tenha o mesmo sucesso que a Fazer 250, que é a pequena da Yamaha que alcançou o melhor da posição mercadológica até hoje no Brasil.
Tartaruga
Santo Anastácio - SP/Brasil.

Imagem

Enviado de meu Celular de Leitão
Avatar do usuário
Medeiros Neto
Dinossauro
Mensagens: 6056
Registrado em: 24 Dez 2007, 08:48
Localização: Natal - RN

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por Medeiros Neto » 12 Mai 2014, 08:50

dbsmsx escreveu:Só eu achei q tem ela tem quadro de bicicletinha? Sério, achei bem frágil...


É mesmo, bem fininho, mas vamos torcer que seja resistente.

Eu gostei da moto, como já fui dono de duas XTZ 125, sentia falta de um banco confortável e um motor mais fortinho.

Parece que isso melhorou na Crosser 150.
Abraços Gente Boa !!! :beer:


XTZ 150 Crosser ED 2017
NC 700X ABS 2014
Avatar do usuário
LUCIO
Dinossauro
Mensagens: 5191
Registrado em: 26 Dez 2007, 10:09
Localização: SBC-SP

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por LUCIO » 12 Mai 2014, 09:02

Eu achei a motinho bacana e bem interessante... só não gostei do preço...
Atual: ***SEM MOTO*** :emo206:
- Participante do [email protected] desde 13/03/2004 / Ex- DMT -
Ex-motos: CG 125 98/ TDR 180 90 / RD 350 90 / Yes 125 05 / Sportster 883 06 / RD 350 90 / Yes 125 09 / Fazer 250 08 / Bandit 1200 N 06 / XTZ 125 XE 12 / Ninja 250 R 12 / GSR 125 16 / Teneré 250 16
Avatar do usuário
Medeiros Neto
Dinossauro
Mensagens: 6056
Registrado em: 24 Dez 2007, 08:48
Localização: Natal - RN

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por Medeiros Neto » 12 Mai 2014, 09:07

LUCIO escreveu:Eu achei a motinho bacana e bem interessante... só não gostei do preço...


Quando comprei minha XTZ 125 XE em 2008, a vista era R$8.400,00.

Paguei a minha com Consórcio Yamaha, saiu por R$9.500,00. :cry:

Hoje se fosse comprar outra moto 150cc por esse valor, colocava mais dois conto e ficava com a Lander ou Fazer 250.
Abraços Gente Boa !!! :beer:


XTZ 150 Crosser ED 2017
NC 700X ABS 2014
ganso
Roda Presa
Mensagens: 467
Registrado em: 03 Mar 2010, 09:50
Localização: Vila Velha - ES

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por ganso » 16 Ago 2019, 10:25

Pra não abrir outro tópico, decidi desenterrar esse aqui....

Fiquei 3 anos com uma factor 125cc carburada, era minha moto de ir trabalhar, me atendia perfeitamente pelos 10 km de distância entre minha casa e o trabalho (todos os dez com MUITO transito), fazendo por volta de 43 km/l.
Faz um ano que abri uma empresa de venda e instalação de geradores fotovoltaicos, e graças a deus tem dado muito certo, comecei a rodar MUITO com a factor, indo visitar clientes em potencial, acompanhando obras de instalação e etc... decidi que compraria uma moto mais confortável pro meu tamanho (1,84m), um pouco melhor nos pequenos trechos de BR que as vezes pego e que fosse econômica como a factor, iria comprar zero KM pois seria um "presente" do meu CNPJ para o meu CPF.

Testei a Bros160 e a Crosser 150, basicamente o mesmo preço, desempenho praticamente igual, tabela de manutenção e preço das peças equivalente também, no final fui na crosser pois é a que me deu menos sensação de "bicicletinha" ao subir nela, as duas são motos pequenas mas a bross é muito mais "mirradinha", a crosser te dá uma falsa sensação de moto maior e isso no meu subconsciente foi decisivo.

Já estou 2 meses com a motinha, tendo rodado quase 3 mil km, segue meu relato:

Pontos Positivos:
1 - Suspensão bem acertadinha, com link, um pouco dura, mas boa o suficiente para absorver as irregularidades como uma boa trailzinha;
2 - Ciclística ótima, como toda boa trailzinha ela fica totalmente na mão, em velocidades "altas" não balança nada (ao menos a minha com o bico menor, comprei dessa exatamente pra ter menos impacto do vento no para-lama gigante na frente), mudar de direção é brincadeira de criança e etc;
3 - Desempenho BEM superior a factor 125, isso me chamou atenção, pensei que a diferença fosse ser pequena, mas não pense que é uma moto que anda muito, ela chega bem rápido nos 80, vai tranquilo até os 100 km/h, daí pra frente ela desenvolve um pouco mais, mas como toda moto dessa faixa de cilindrada, é um martírio, para a cidade e tiros curtos ela atende perfeitamente, mas deixa a desejar em viagens média e/ou longas;
4 - Bagageiro dedicado deveria ser regra em toda moto, só colocar o baú direto, sem fazer gambiarra, é vida;
5 - Fator subjetivo mas que foi o decisivo para eu escolher, motinha bem bonita e andando nela você fica com uma sensação de estar numa moto bem superior e maior;
6 - Acabamento bom pra faixa de preço, usa os mesmos comandos das irmãs maiores, painel completo com conta-giros analógico e restante digital (tem até indicador de marchas), muito bonito e prático, várias soluções espalhadas pela moto mostrando o cuidado da Yamaha com esse modelo.
7 - Freios muito bons, com abs na frente e disco na traseira.

Pontos negativos:
1 - Consumo pior do que o imaginado, mesmo com mais cilindrada pensei que seria tão econômica quanto a factor (43 km/l) pelo fato dela ser mais moderna e utilizar injeção eletrônica, tudo bem que a suspensão melhor tem feito eu acelerar mais, sem ficar com medo de buracos e desníveis, mas mesmo assim, os 36~37 km/l que ela vem fazendo foram decepcionantes.
2 - Banco, apesar do formato do banco ser perfeito, a espuma dele é bem dura, tomara que seja por ser novo e que com o tempo ele vá cedendo e fique mais macio,
3 - A moto, mesmo nova, estava parecendo a bateria do olodum, várias coisas batendo, passei umas duas horas na oficina do meu pai reapertando tudo e agora está ótimo, não bate mais nada, nesse caso não é defeito da moto mas mostra uma montagem desleixada da concessionária.
4 - Guarda pó do eixo dianteiro quebrou com menos de mil km, uma pecinha besta de plástico que deve custar 2 reais e facílimo de trocar, porém NÃO tinha disponível na concessionário, esperando chegar para que eles façam a troca de graça...
5 - Muito pior que a factor nos corredores mais travados, o guidão é mais largo e a altura da moto não ajuda, até passa por cima dos retrovisores de alguns carros, mas com esse monte de SUV e carros altos que estão invadindo as ruas, fica exatamente na mesma altura de quase todos.

No geral, até o momento, estou feliz e satisfeito.

ImagemImagemImagem
Avatar do usuário
NFBNeto
Roda Presa
Mensagens: 367
Registrado em: 18 Abr 2010, 22:45

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por NFBNeto » 16 Ago 2019, 15:50

ganso escreveu:
16 Ago 2019, 10:25
Pra não abrir outro tópico, decidi desenterrar esse aqui....

Fiquei 3 anos com uma factor 125cc carburada, era minha moto de ir trabalhar, me atendia perfeitamente pelos 10 km de distância entre minha casa e o trabalho (todos os dez com MUITO transito), fazendo por volta de 43 km/l.
Faz um ano que abri uma empresa de venda e instalação de geradores fotovoltaicos, e graças a deus tem dado muito certo, comecei a rodar MUITO com a factor, indo visitar clientes em potencial, acompanhando obras de instalação e etc... decidi que compraria uma moto mais confortável pro meu tamanho (1,84m), um pouco melhor nos pequenos trechos de BR que as vezes pego e que fosse econômica como a factor, iria comprar zero KM pois seria um "presente" do meu CNPJ para o meu CPF.

Testei a Bros160 e a Crosser 150, basicamente o mesmo preço, desempenho praticamente igual, tabela de manutenção e preço das peças equivalente também, no final fui na crosser pois é a que me deu menos sensação de "bicicletinha" ao subir nela, as duas são motos pequenas mas a bross é muito mais "mirradinha", a crosser te dá uma falsa sensação de moto maior e isso no meu subconsciente foi decisivo.

Já estou 2 meses com a motinha, tendo rodado quase 3 mil km, segue meu relato:

Pontos Positivos:
1 - Suspensão bem acertadinha, com link, um pouco dura, mas boa o suficiente para absorver as irregularidades como uma boa trailzinha;
2 - Ciclística ótima, como toda boa trailzinha ela fica totalmente na mão, em velocidades "altas" não balança nada (ao menos a minha com o bico menor, comprei dessa exatamente pra ter menos impacto do vento no para-lama gigante na frente), mudar de direção é brincadeira de criança e etc;
3 - Desempenho BEM superior a factor 125, isso me chamou atenção, pensei que a diferença fosse ser pequena, mas não pense que é uma moto que anda muito, ela chega bem rápido nos 80, vai tranquilo até os 100 km/h, daí pra frente ela desenvolve um pouco mais, mas como toda moto dessa faixa de cilindrada, é um martírio, para a cidade e tiros curtos ela atende perfeitamente, mas deixa a desejar em viagens média e/ou longas;
4 - Bagageiro dedicado deveria ser regra em toda moto, só colocar o baú direto, sem fazer gambiarra, é vida;
5 - Fator subjetivo mas que foi o decisivo para eu escolher, motinha bem bonita e andando nela você fica com uma sensação de estar numa moto bem superior e maior;
6 - Acabamento bom pra faixa de preço, usa os mesmos comandos das irmãs maiores, painel completo com conta-giros analógico e restante digital (tem até indicador de marchas), muito bonito e prático, várias soluções espalhadas pela moto mostrando o cuidado da Yamaha com esse modelo.
7 - Freios muito bons, com abs na frente e disco na traseira.

Pontos negativos:
1 - Consumo pior do que o imaginado, mesmo com mais cilindrada pensei que seria tão econômica quanto a factor (43 km/l) pelo fato dela ser mais moderna e utilizar injeção eletrônica, tudo bem que a suspensão melhor tem feito eu acelerar mais, sem ficar com medo de buracos e desníveis, mas mesmo assim, os 36~37 km/l que ela vem fazendo foram decepcionantes.
2 - Banco, apesar do formato do banco ser perfeito, a espuma dele é bem dura, tomara que seja por ser novo e que com o tempo ele vá cedendo e fique mais macio,
3 - A moto, mesmo nova, estava parecendo a bateria do olodum, várias coisas batendo, passei umas duas horas na oficina do meu pai reapertando tudo e agora está ótimo, não bate mais nada, nesse caso não é defeito da moto mas mostra uma montagem desleixada da concessionária.
4 - Guarda pó do eixo dianteiro quebrou com menos de mil km, uma pecinha besta de plástico que deve custar 2 reais e facílimo de trocar, porém NÃO tinha disponível na concessionário, esperando chegar para que eles façam a troca de graça...
5 - Muito pior que a factor nos corredores mais travados, o guidão é mais largo e a altura da moto não ajuda, até passa por cima dos retrovisores de alguns carros, mas com esse monte de SUV e carros altos que estão invadindo as ruas, fica exatamente na mesma altura de quase todos.

No geral, até o momento, estou feliz e satisfeito.
To nesse dilema meio que pra resolver amanhã!!! Vou amanhã na Yamaha ver se pego a Factor 150 ou uma Crosser .. ia ser no lugar da minha Neo 125 pois não me adaptei como imaginei... mas enfim.. ainda vou ver direito, pois tenho 1,71m e quero uma moto bem na mão pro dia a dia..

Se precisar ficar um pouco na ponta dos pés já não vale.. coisa que também já me deixou mais apreensivo quando você falou, foi da altura do guidão... O que mais faço no meu percurso é costurar entre os carros.. pois no meu trajeto diário .. todas as avenidas e ruas são de mão dupla com apenas uma faixa (e cheio de ultrapassagens que tenho que fazer pela direita pra desviar de algum carro que vai entrar numa rua a esquerda).. e ainda voltando no fato da altura do banco, nessas costuradas ter como firmar o pé no chão é extremamente importante, vira e mexe você tá meio que pedalando com a moto só pra sair de um nó de carros...

Enfim.. gostei do relato, eu queria a Crosser por gostar bastante da cara dela e o fato de que trail é justamente o extremo oposto de scooter na questão de lidar com irregularidades no asfalto e buracos... mas como eu já vou perder uma grana boa largando a Neo com 2.000km lá, não quero correr o risco de novo de pegar uma moto que não me atenda... Aí acredito que a Factor 150 seja um meio do caminho entre as duas mais acertado pra mim... A intenção é comprar pra usar até quase esfarelar... pra não ficar com dó de ver que se um dia for vender e não conseguir um bom negócio, pelo menos ela me serviu muito bem por milhares de kms

Abraços!!!
Imagem
HD FLSTF Fat Boy - 2008

CG Titan 125 ES -- DT200 -- XTZ 250X -- Sportster XL883R + Burgman AN125 -- Neo 125 UBS -- Fat Boy FLSTF + Factor 150
Avatar do usuário
RMD
Dinossauro
Mensagens: 6036
Registrado em: 13 Jan 2008, 13:05

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por RMD » 16 Ago 2019, 21:13

NFBneto, eu sai de uma neo 126 2016 e fui para uma fz150 (mesma coisa da factor 150).

Achei melhor q a neo em questão de maciez pra rodar. Mas nao é muita coisa nao. Numa avaliação rapida q fiz falei justamente isso. Esperava algo mais macio e nao foi o caso.

Eu andava tranquilo na neo e rodei 43000 km's na minha em pouco menos de 3 anos. Entao se vc qr sair fora da neo pq a susp nao te agradou recomendo ir de crosser. Pq como disse acima nao senti tanto diferença qnd pulei pra fz150.

O ideal seria conseguir uma factor e crosser pra pilotar e sentir qual te agrada mais.
BIZ 125 "foguetinha" => CB 500 "Cebolinha" => Intruder 125 "trudinha" => xtz 125k "Smurfete"=>CB 450 DX 89 "Mumm-ra" + Neo 125 "Neovosa" => FZ150 "RBD GAY D+++++" by meu b0feh :roll:
Avatar do usuário
Kuati
Mito
Mensagens: 21852
Registrado em: 24 Dez 2007, 17:24
Localização: Cianorte - PR

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por Kuati » 17 Ago 2019, 03:37

Entre Factor e Crosser eu iria de Crosser sem nem pensar.

Tem a Bros tb, q me agrada ainda mais.

Factor, CG, Yes... streets em geral, podem ser fodásticas para uso urbano, talvez a escolha perfeita, mas o fator comunzice me incomoda demais, odeio ter mais do mesmo, do tão corriqueiro.
É claro q isso é de cada um.
E ainda há o lance de poder passar por cima dos obstáculos urbanos com mais facilidade e menos dor de consciência (guias, buracos, quebra-molas)... no fds ainda há a possibilidade de embarcar em alguma área de mata/rural.

Mas entendo perfeitamente esse lance de passar rápido pelos corredores, retrovisores altos ou baixos... enfim, cada um, cada um.

[ ]'s
Imagem
Avatar do usuário
Ander
Motoqueiro
Mensagens: 3033
Registrado em: 23 Dez 2007, 20:10
Localização: Sítio - PR

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por Ander » 17 Ago 2019, 09:53

Tive uma crosser, das primeiras 14/15, dois recall nas costas. Até aí tudo bem. Mas o que me deixava puto era o consumo, nunca fugiu de 39-40km/l na gasolina, parece bastante mas anterior a ela tive Bros 150 2010 a primeira flex e fazia 43-47km/l nas mesmas condições, o estopim pra vender foi um motor de partida queimado aos 15kkm.

Moto bem completa, bonita, encaixe do piloto é bom, suspensão com link mas dura, consumo ruim.

Pro meu uso que é apenas urbano, troquei por bros160 que tem desempenho melhor, suspensão simples, molenga mas confortável e consumo igual da bros150,
Agora estou com uma xre190, completa(ABS,painel com consumo médio/instantâneo) e consumo igual das Bros.
Avatar do usuário
NFBNeto
Roda Presa
Mensagens: 367
Registrado em: 18 Abr 2010, 22:45

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por NFBNeto » 17 Ago 2019, 15:33

RMD escreveu:
16 Ago 2019, 21:13
NFBneto, eu sai de uma neo 126 2016 e fui para uma fz150 (mesma coisa da factor 150).

Achei melhor q a neo em questão de maciez pra rodar. Mas nao é muita coisa nao. Numa avaliação rapida q fiz falei justamente isso. Esperava algo mais macio e nao foi o caso.

Eu andava tranquilo na neo e rodei 43000 km's na minha em pouco menos de 3 anos. Entao se vc qr sair fora da neo pq a susp nao te agradou recomendo ir de crosser. Pq como disse acima nao senti tanto diferença qnd pulei pra fz150.

O ideal seria conseguir uma factor e crosser pra pilotar e sentir qual te agrada mais.
Obrigado pelo relato @RMD !! Fui na Yamaha hoje e fiquei um tempão fazendo "teste bunda" nas duas... Adorei a Crosser, porém achei muito alta eu consegui imaginar alguns problemas que teria por isso e gostei do visual da Factor.. acho que esse tá sendo mais um fator determinante.. curtir a moto mesmo não sendo lá essas coisas a mais de conforto contra irregularidades como você disse, gostei por ser moto... a scooter é mais confortável definitivamente mas entrou a questão "não racional" .. acho mais prazeroso andar com moto com marcha etc do que scooter.. já vendi a Neo! Segunda feira to comprando a Factor 150 .. eu passei na honda que era do lado, mas ainda assim preferi a Yamaha do que a CG.. sei lá.. me agradou mais.. eu imagino que a CG se mostre mais potente com 2, se não me engano, cavalinhos a mais.. mas nem de longe isso é importante, fora que o seguro da CG já ia descartar ela mesmo que eu preferisse.. ...

E também ok.. a crosser tem abs etc, mas nosssa, a diferença de preço é meio gritante (proporcionalmente ao valor delas) pra duas motos com o mesmo motor.. Espero que dessa vez eu faça pelo menos uns 20.000km com essa.. porque eu to perdendo dinheiro a todo momento por não curtir a moto que pego e vender quase nova!

Abraços!!!
Imagem
HD FLSTF Fat Boy - 2008

CG Titan 125 ES -- DT200 -- XTZ 250X -- Sportster XL883R + Burgman AN125 -- Neo 125 UBS -- Fat Boy FLSTF + Factor 150
ganso
Roda Presa
Mensagens: 467
Registrado em: 03 Mar 2010, 09:50
Localização: Vila Velha - ES

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por ganso » 18 Ago 2019, 07:55

Ander escreveu:
17 Ago 2019, 09:53
Tive uma crosser, das primeiras 14/15, dois recall nas costas. Até aí tudo bem. Mas o que me deixava puto era o consumo, nunca fugiu de 39-40km/l na gasolina, parece bastante mas anterior a ela tive Bros 150 2010 a primeira flex e fazia 43-47km/l nas mesmas condições, o estopim pra vender foi um motor de partida queimado aos 15kkm.

Moto bem completa, bonita, encaixe do piloto é bom, suspensão com link mas dura, consumo ruim.

Pro meu uso que é apenas urbano, troquei por bros160 que tem desempenho melhor, suspensão simples, molenga mas confortável e consumo igual da bros150,
Agora estou com uma xre190, completa(ABS,painel com consumo médio/instantâneo) e consumo igual das Bros.
Perfeito, o consumo dela é o principal ponto negativo.
josé.luís
Novato
Mensagens: 1
Registrado em: 18 Ago 2019, 23:56

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por josé.luís » 19 Ago 2019, 00:05

Realmente, o consumo da Crosser deixa a desejar... O banco é confortável até ~1:30h em cima dela, mas pra uso urbano é indiferente e cumpre bem a missão.

É minha primeira moto, e meu primeiro acidente... Batida leve, no máximo máximo 30km/h na porta de um carro, e msm assim empenou o garfo, de modo que ficou inviável passar num trânsito pesado. Parece que é feita de latinha reciclada. Deu para desempenar, mas se não desse, R$1.100 na concessionária o novo, cada lado.

Outro defeito, como já dito, vc anda e parece que a qualquer momento vai desmontar, barulho pra tudo que é lado.

Mas ainda sim me atende muito bem, ainda não me arrependo
Minas Gerais
ganso
Roda Presa
Mensagens: 467
Registrado em: 03 Mar 2010, 09:50
Localização: Vila Velha - ES

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por ganso » 20 Ago 2019, 14:25

josé.luís escreveu:
19 Ago 2019, 00:05
Realmente, o consumo da Crosser deixa a desejar... O banco é confortável até ~1:30h em cima dela, mas pra uso urbano é indiferente e cumpre bem a missão.

É minha primeira moto, e meu primeiro acidente... Batida leve, no máximo máximo 30km/h na porta de um carro, e msm assim empenou o garfo, de modo que ficou inviável passar num trânsito pesado. Parece que é feita de latinha reciclada. Deu para desempenar, mas se não desse, R$1.100 na concessionária o novo, cada lado.

Outro defeito, como já dito, vc anda e parece que a qualquer momento vai desmontar, barulho pra tudo que é lado.

Mas ainda sim me atende muito bem, ainda não me arrependo
José, primeiramente, que vc não tenha se machucado no acidente e se tiver, boa recuperação.

Com relação aos barulhos, no meu caso foi desleixo da concessionária na montagem da moto, duas horas passando o pente fino regado a cerveja resolveu esse problema na minha, não bate mais nada e olha que pego umas estradas esburacadas e de chão tb...
Avatar do usuário
Daninean
Mito
Mensagens: 10797
Registrado em: 26 Mai 2008, 17:10
Localização: Mogi das Cruzes - SP

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por Daninean » 20 Ago 2019, 16:07

Na analise do colega sobre a Crosser senti a confirmação do que penso, parece que as motos hondas são mais projetadas pra trabalho mesmo, e as pequenas yamaha aguentam também o trabalho mas tem sempre um esmero a mais nas coisas, nem que seja no preço das peças kkkk
32.000kms + 24.000kms + 21.000kms + 46.127kms + 4.637kms + 63.820kms + 4.951kms + 3.320kms kms e rodando...:bnnd:

Psn: Daninean
Avatar do usuário
RMD
Dinossauro
Mensagens: 6036
Registrado em: 13 Jan 2008, 13:05

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por RMD » 20 Ago 2019, 16:54

pelo q ouvi recentemente as pequenas da honda nao sao o q ja foram um dia. As 160cc estao abrindo o bico.

A tamaha faz motores excelentes. Ja o restante e normal (nem bom ou ruim). Uma coisa te digo, qualquer motinha de plástico vai bater. A minha neo era assim e a fz150 tb. Ambas vibram nos plástico do farol.
BIZ 125 "foguetinha" => CB 500 "Cebolinha" => Intruder 125 "trudinha" => xtz 125k "Smurfete"=>CB 450 DX 89 "Mumm-ra" + Neo 125 "Neovosa" => FZ150 "RBD GAY D+++++" by meu b0feh :roll:
Avatar do usuário
Daninean
Mito
Mensagens: 10797
Registrado em: 26 Mai 2008, 17:10
Localização: Mogi das Cruzes - SP

Re: Oficial e no Brasil - Yamaha Crosser 150

Mensagem por Daninean » 21 Ago 2019, 13:46

Rmd discordo um pouco Rmd, minha Fz150 rodei quase 3 anos e 63 mil kms e não batia nada, mesmo depois de 2 acidentes.
32.000kms + 24.000kms + 21.000kms + 46.127kms + 4.637kms + 63.820kms + 4.951kms + 3.320kms kms e rodando...:bnnd:

Psn: Daninean
Responder